Dois brasileiros permanecem presos nos Estados Unidos, acusados de fraude em cartões de crédito. Golpes aplicados pelos dois homens em Massachusetts e Wyoming resultaram em milhares de dólares roubados, segundo as autoridades.

Utilizando cartões clonados, Rafael Dutra da Silva, de 27 anos, morador da Brick Hill Avenue, em Miami (Flórida), roubou US$ 50.220 de caixas eletrônicos do Acushnet Federal Credit Union (AFCU) e, talvez, milhares de dólares de agências bancárias em Wareham e Cape Cod (Massachusetts), revelaram documentos apresentados no tribunal.

O brasileiro enfrenta 25 acusações de fraude de identidade, 26 acusações de uso de cartões de crédito forjados, 31 acusações de fraude envolvendo cartões de crédito com valor abaixo de US$ 1,2 mil, 11 acusações de arrombar um depositário noturno e uma acusação de furto. Durante o tempo que esteve em Massachusetts, Silva hospedou-se em um hotel.

Quando a polícia o prendeu, ele portava vários cartões, US$ 7.739,95 em dinheiro e 16 cartões da Applebees e Outback com tarjas magnéticas no lado de trás, todos numa bolsa que carregava sobre os ombros. O brasileiro admitiu que os cartões eram roubados quando conversou com os agentes. Ele detalhou que os comprou on-line e foram deixados para ele numa filial do Dunkin’ Donuts.

Silva acrescentou que viajou da Flórida a Acushnet porque o website onde ele comprou os cartões roubados indicava as regiões de maiores probabilidades de sucesso. A fiança em dinheiro foi determinada em US$ 150 mil pela Justiça. Caso não pague, continuará detido até a audiência preliminar na Casa de Correções do Condado de Bristol, em Dartmouth (MA). O passaporte do brasileiro foi entregue ao tribunal.

Flagrante

Os policiais prenderam Silva em flagrante no dia 24 de novembro, quando ele sacava fraudulentamente dinheiro de um caixa eletrônico da Acushnet Federal Credit Union. Baseados nas imagens gravadas pelas câmeras de segurança do Credit Union, os agentes o identificaram como “o indivíduo responsável por todas as transações fraudulentas ocorridas no AFCU nas datas e horários registrados”.

Publicidade

Além disso, Silva está em processo de ser acusado formalmente no Condado de Barnstable por incidentes similares ocorridos em Wareham, West Falmouth, Yarmouth e Barnstable, os quais totalizaram US$ 100 mil roubados.

Fiança de US$ 500 mil

Allison Bebiano, de 29 anos, também é acusado de ter cometido sucessivos roubos a caixas eletrônicos no estado do Wyoming. A polícia informou que ele sacou cerca de US$ 8 mil usando cartões bancários falsificados. Com o acúmulo das penas, o brasileiro pode ser condenado a até 160 anos de prisão e multa de US$ 160 mil.

Bebiano está detido no Centro de Detenção do Condado de Park, na cidade de Cody, e a sua fiança foi estipulada em US$ 500 mil. Os roubos pelos quais é acusado aconteceram entre 29 de outubro e 25 de novembro, num total de 14 transações. Ele foi identificado em imagens das câmeras de segurança de alguns bancos e acabou sendo preso em flagrante ao tentar realizar uma operação numa agência.

No carro alugado pelo brasileiro, a polícia encontrou um dispositivo de falsificação de documentos, 23 cartões de débito e cerca de US$ 4 mil em espécie (em notas de US$ 20). O julgamento ainda não tem data marcada.

 

(Com informações de Brazilian Voice e Achei USA)

Publicidade