As equipes da Chesapeake Bay Bridge agora estão trabalhando 24 horas por dia, sete dias por semana, e não vão mais parar no feriado de Ação de Graças. Essas são as alterações mais recentes projetadas para aumentar a velocidade na execução do projeto, cujas obras vem causando quilômetros de congestionamento.

As autoridades estaduais de transporte, no entanto, não sabem quanto mais cedo o trabalho será finalizado ou quanto mais a mudança aumentará no custo de US$ 27 milhões.

As mudanças ainda incluem a promoção de ofertas para motoristas que saem mais cedo ou retornam tarde e passam a pagar todos os pedágios eletronicamente, de acordo com um comunicado divulgado nessa terça-feira (29) pela Autoridade de Transporte de Maryland (MDTA).

As medidas foram adotadas cerca de duas semanas depois que o governador Larry Hogan instruiu as autoridades estaduais a acelerar o projeto. “A segurança dos cidadãos é nossa principal prioridade todos os dias, e é exatamente por isso que estamos avançando nesse projeto urgente”, disse o diretor executivo da MDTA, Jim Ports. “Estamos confiantes de que essas ações nos permitirão fazer esses reparos o mais rápido possível e limitar os impactos nos residentes locais”, acrescentou.

 

Tráfego

 

Com as equipes trabalhando durante a semana do feriado de Ação de Graças, os trabalhadores não terão que parar semanas antes para remover barreiras e redistribuir as faixas.

Publicidade
CCA idiomas

Isso também significa que os motoristas “devem esperar grandes atrasos” nas duas direções durante esse período, de acordo com o MDTA. As autoridades disseram que esperam que o volume de tráfego aumente entre 26 e 28 de novembro, sendo o mais pesado para os viajantes do leste. Do Dia de Ação de Graças até 3 de dezembro, deverá ser mais intenso para o tráfego na direção oeste.

Com as equipes trabalhando em turnos diurnos e noturnos, sete dias por semana, as operações de tráfego bidirecional serão afetadas, pois agora serão usadas em situações de emergência e somente em engarrafamentos severos.

O tráfego bidirecional foi usado como uma ferramenta para aliviar o congestionamento, mas é mais difícil de manter com zonas de trabalho mais ativas. No trecho leste, o tráfego bidirecional será implementado mais cedo e o trecho oeste será fechado à noite para o trabalho.

 

(Com informações de Baltimore Sun)

 

 

Publicidade