É como uma cena de um filme de ficção científica. Em National Harbor, em Maryland, um ônibus autônomo chamado Olli começou a rodar sem um motorista ao volante. Na verdade, o veículo nem tem volante.

O serviço de transporte é atualmente “somente para convidados”, mas no final deste verão ele será aberto ao público. O ônibus também está a caminho da Base Conjunta Myers-Henderson Hall para um programa piloto de 90 dias.

“O futuro está aqui”, disse David Woessner, vice-presidente da LM Industries, controladora da Local Motors, que fabrica Olli. No momento, o ônibus circula apenas em uma rota de 1,3 milha através da cidade, sob o olhar atento de um “comissário de segurança”.

Publicidade
Curso de inglês

Futuramente, o plano é estender a rota por toda a cidade e abri-la ao público. Woessner disse que esses passeios serão gratuitos, quando disponibilizados. Os veículos, que podem transportar entre oito e 12 pessoas, são parcialmente feitos através de impressão 3D e atingem até 40 quilômetros por hora, embora agora andem a 12 quilômetros por hora. Os ônibus especiais já estão em uso em uma capacidade limitada em regiões da Austrália e em Sacramento, na Califórnia.

 

(Com informações de WUSA)

 

Publicidade