O papa Francisco pediu que o mundo deixe a luz do Natal entrar “na escuridão dos corações humanos” que causam perseguição religiosa, injustiça social, conflitos armados e medo de imigrantes.

Em sua tradicional mensagem de Natal “Urbi et Orbi” (para a cidade e o mundo), o pontífice de 83 anos pediu paz na Terra Santa, Síria, Líbano, Iêmen, Iraque, Venzuela, Ucrânia e vários países africanos que passam por conflitos.

A linha comum em seu discurso para dezenas de milhares de pessoas na Praça São Pedro, e outros milhões assistindo pela televisão, foi a de que a mudança começa no coração dos seres humanos.

“Há escuridão nos corações humanos, mas a luz de Cristo permanece maior”, disse Francisco no sétimo Natal de seu pontificado. “Há escuridão nos relacionamentos interpessoais, familiares e sociais, mas a luz de Cristo permanece maior. Há escuridão na economia, na geopolítica e nos conflitos ecológicos, mas a luz de Cristo permanece maior.”

Publicidade
CCA idiomas

Francisco criticou a perseguição a cristãos em Burkina Faso, Mali, Níger e Nigéria, pedindo que Deus console todos os que sofrem por causa da sua fé.

No dia 1º de dezembro, pelo menos 14 pessoas foram executadas em um ataque a uma igreja em Burkina Faso, onde insurgentes muçulmanos causaram tensões religiosas.

 

(Com informações de Reuters)

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes