Existem armadilhas no chão, excrementos em quase todas as superfícies e até um rato morto deitado no tapete do quarto. “Primeiro algo bateu no meu pé”, lembra Ashley Gould. “Eu imediatamente gritei, tipo, o que diabos era isso? Esse foi o contato físico. Finalmente, olho mais de meio segundo depois e vejo um rato correndo no meu quarto”, relata.

No quarto andar, o morador Thomas Yoon diz: “Eu peguei um ou dois ratos todos os dias. Cozinha, quarto, banheiro, armário, tapete de lavanderia”. Enquanto isso, John Kim explica o que aconteceu quando ele colocou ratoeiras pela primeira vez em sua unidade do terceiro andar. “Eles começaram a ser coletados e coletados e coletados e nos últimos três meses, sei que coletei cerca de 30 deles”.

Esses inquilinos do Paragon em Columbia Overlook, em Columbia, Maryland, afirmam que cada casa está infestada de roedores. Ashley se mudou em 13 de setembro, sob um contrato de arrendamento de 15 meses, e paga quase US$ 2 mil por mês.

Ela conta que, quase imediatamente, começou a ouvir pequenos barulhos, como se algo batesse nas paredes. Duas semanas depois, a moradora descobriu a causa. Depois de informar os ratos à gerência, de acordo com ela, a resposta veio na manhã seguinte.

“Eles colocaram algumas armadilhas, voltaram algumas horas depois e havia ratos por toda parte. Até quatro em uma armadilha. Tantos ratos quanto cabem numa armadilha”, ressalta a inquilina, estimando que entre 60 a 100 roedores foram capturados em seu apartamento, apenas nas últimas semanas.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

Mudança

Ashley afirma que a infestação era tão grave que teve que se mudar. Yoon também teve que sair, optando por ficar em um hotel, pelo qual a gerência pagou.  “Reconhecemos o problema e imediatamente agimos. A empresa de extermínio profissional inspecionou e tratou todos os apartamentos e continuamos a monitorar a situação para garantir que ela seja totalmente resolvida. Além disso, removemos as lixeiras que estavam atraindo as pragas, fechamos todas as rampas de lixo e mudamos para um serviço de manobrista”, informou a Paragon.

Os moradores disseram acreditar que a empresa alugou conscientemente unidades infestadas, mas a gerência nega a acusação. “Não tivemos ordens de serviço ou reclamações sobre qualquer tipo de infestação de residentes anteriores. Quando ficamos sabendo, agimos imediatamente”, disse em nota.

No entanto, Kim e Yoon afirmam que se queixaram da infestação durante o verão, pelo menos dois meses antes de a gerência enviar um e-mail a Ashley Gould, escrevendo: “Nós não sabíamos desse problema antes de você se mudar”.

 

(Com informações de Fox 5)

Publicidade
Curso Design de Cobrancelhas