A Maryland Motor Vehicle Administration expandiu sua lista de palavras e expressões impedidas de estar em placas personalizadas de veículos. Agora, são mais de 6 mil termos vetados.

A “Lista de Objeções” é uma coleção de palavras vulgares e outros termos que os cidadãos tentaram, sem sucesso, colocar em seus para-choques. A relação contém palavras e frases rejeitadas pelo MVA devido a significado escatológico ou sexual; palavrões, epítetos ou obscenidades; significados enganosos ou fraudulentos; referências a atos ilegais; ou mensagens sobre raça, etnia, religião, orientação sexual ou deficiência.

A maioria, compreensivelmente, é impublicável. Mas é possível citar algumas das novas entradas na lista de proibição: “VEGANAF”, “TURD”, “PPLSUC”, “BAYLIFE”, “ST0N3D” e “C0CAINA”.

Publicidade
Curso de inglês

Aparentemente, alguns motoristas não compartilham o esmagador orgulho do estado de Maryland, mas não odeiam o estado o suficiente para partir. A agência rejeitou os pedidos de “MDSUX”, “MDSUCK” e “MDSUCKS”.

Ter uma placa personalizada custa US$ 50 por ano. As solicitações são comparadas com a lista questionável e geralmente levam de quatro a seis semanas para serem recebidas.

 

(Com informações de Baltimore Sun)

 

 

Publicidade
CCA idiomas