O governador de Maryland, Larry Hogan, reconheceu nesta quarta-feira (16) que não há “solução mágica” para o congestionamento contínuo de tráfego em ambos os lados da ponte da baía de Chesapeake, causado pelo início de um projeto de recuperação de dois anos e US$ 27 milhões no oeste.

Falando na reunião da Diretoria de Obras Públicas em Annapolis, Hogan rejeitou pedidos do controlador Peter Franchot e de outros para adiar as obras e disse que o trabalho deve prosseguir para manter a segurança do trecho oeste da Bay Bridge, construído em 1972, 20 anos após a parte leste.

Hogan explicou que as inspeções de segurança da ponte descobriram que 75% de uma seção da faixa está se deteriorando e deve ser substituída. Ele disse que adiar o trabalho aumentaria em oito vezes o custo e acrescentaria três anos ao projeto. “Imagine se não for abordado e formos forçados a fechar uma ponte inteira? Os backups de tráfego dobrariam ou triplicariam o que são agora”, estimou.

 

Medidas

 

O governador ordenou que as autoridades de transporte deixem apenas as cobranças eletrônicas de pedágios na ponte, removam os pedágios no leste e trabalhem com governos locais, escolas, empresas e órgãos policiais para limitar o impacto do projeto de dois anos. Em contrapartida, os engenheiros e outras pessoas ligadas à execução da obra foram instruídos a procurar maneiras de agilizar o trabalho, desde turnos de 24 horas até secagem rápida de concreto e outras etapas.

Publicidade

As cinco faixas nos vãos da Bay Bridge foram reduzidas para apenas três, como parte do projeto de restauração iniciado neste mês. O trabalho na ponte de 4,3 milhas deve continuar até 2021, com pausas para o tráfego do Dia de Ação de Graças e durante os meses de verão.

As autoridades fizeram várias tentativas para evitar os congestionamentos, incluindo a isenção temporária de todas as tarifas e a implementação de cobranças eletrônicas em alguns dias. Ainda assim, o tráfego acumulou-se por quilômetros nas duas direções.

 

(Com informações de Baltimore Sun)

 

 

Publicidade
CCA idiomas