Brenda Kluttz nunca esperou encontrar seu pai, Arthur Shepard, que a viu pela última vez quando ela era bebê – apenas dois dias de vida – há quase 50 anos. No entanto, na sexta-feira passada (10), os dois se abraçaram pela primeira vez.

O reencontro ocorreu no jardim da frente da casa da irmã e do pai em Havre de Grace (Maryland), junto a outros membros da família que Brenda não sabia que tinha até recentemente.

A família tentava se reencontrar há anos e finalmente tiveram contato em abril, pela internet. “Eu tinha pouco para continuar, eu só tinha o primeiro nome dele. Sabia que ele morava na área de Baltimore, mas eu não sabia onde, então fui para (o site) ancestry.com ”, disse ela.

Publicidade
Curso Design de Cobrancelhas

A filha chegou ao pai através de primos de segundo grau. “Levou apenas cerca de três meses”, recorda Brenda. Sua irmã Toni Saunders ajudou a organizar a reunião surpresa dos dois na semana passada em sua casa, onde Shepard também mora.

Toni sabia sobre a irmã desde que era jovem, mas os esforços para encontrá-la ao longo dos anos se mostraram inúteis. “Quando a mídia social se tornou popular, fizemos uma busca tentando encontrar a mãe dela, onde ela estava, mas não tivemos sorte ”, comentou. “É a resposta para uma vida de oração”, resumiu o pai.

 

(Com informações de Baltimore Sun)

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes