Pesquisadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, anunciaram a criação de um tecido especial capaz de se adaptar a diferentes níveis de temperatura. A ideia é que o usuário utilize uma única peça que se esquenta ou se esfria de acordo com o ambiente atual.

O tecido é resultado de uma mistura de fios sintéticos revestidos com nanotubos de carbono, responsáveis pelo ajuste automático, que se expandem ou retraem de acordo com o calor e a umidade no corpo do usuário. A partir daí, o tecido se comporta de duas maneiras: se for submetido a condições mais quentes, as fibras então deixam o calor passar naturalmente. Se for um clima mais frio e seco, então o calor fica retido abaixo do tecido.

Publicidade

De acordo com Min Ouyang, professor de física na Universidade de Maryland e coautor da pesquisa, esse é o primeiro tipo de tecido que age como um regulador de temperatura. “O corpo humano é o radiador perfeito. Ele gera calor rapidamente. Em toda a história, o único jeito de regulá-lo foi colocar ou tirar roupas. Esse tecido é um verdadeiro redirecionador desse radiador”, disse.

Huang Wang, professor de química na mesma universidade e também um dos autores do estudo, afirma que o tecido é fácil de ser empregado em peças de vestuário comum, mas que ainda não há uma previsão de quando a tecnologia poderia chegar ao consumidor final.

Publicidade