A Amazon planeja entregar pacotes para os membros de seu clube de fidelidade, Amazon Prime, em apenas um dia, em vez de dois dias, parte de um aumento nos gastos que pode reduzir os lucros no curto prazo e vai aumentar a aposta contra rivais de varejo, como o Walmart.

A notícia marca um desafio caro para os concorrentes, que terão que despejar dinheiro em um problema de logística que até o rei do comércio eletrônico ainda precisa resolver. A Amazon espera gastar 800 milhões de dólares para a meta de entregas no segundo trimestre.

“Há muitos possíveis erros em torno deste programa, especialmente do lado do custo”, disse Brian Olsavsky, vice-presidente financeiro da Amazon, a analistas em teleconferência. “Nós (estamos) de novo, tentando tirar vantagem da capacidade de realização e transporte, especialmente com parceiros terceirizados, que nós temos.”

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

Enquanto Olsavsky não forneceu um cronograma concreto para o lançamento do programa, ele disse: “Esperamos fazer progresso constante rapidamente ao longo do ano”.

“A Amazon está aumentando o ritmo, tentando se diferenciar”, disse Cathy Morrow Roberson, ex-analista da UPS que fundou a firma de consultoria Logistics Trends & Insights.

(Com informações da Reuters)

Publicidade
CCA idiomas