O esporte, enquanto atividade física organizada, é importante não apenas para o desenvolvimento físico e motor, mas também para o desenvolvimento social das crianças. A partir de suas regras e condições, as crianças conseguem compreender formas de relacionarem-se com os outros, trocando experiências, competindo e ajudando uns aos outros. Nesta fase uma das missões enfrentadas por pais é encontrar o esporte que a criança tenha interesse e sinta-se feliz em praticar. Pensando nisso, a Team Randori Martial Arts oferece aos alunos sete dias grátis para conhecer mais sobre Jiu-jitsu e decidir se quer continuar ou não praticando.

Segundo Alfred Hogan, proprietário e fundador da Team Randori Martial Arts, o jiu-jitsu é um esporte que pode ser praticado desde criança. “Oferecemos aulas em Annapolis para crianças a partir de 3 anos e em Wheaton a partir dos 6 anos de idade. O jiu-jitsu desenvolve nas crianças a confiança, autodefesa e autoestima”, enfatiza.

Especialistas defendem que a prática esportiva infantil é capaz de prevenir muitos adoecimentos futuros, como o estresse, problemas respiratórios, cardíacos, de coluna e outros. Isso porque, a partir da prática de esportes, as crianças desenvolvem força óssea e muscular, além de melhorarem o desenvolvimento físico. Outro aspecto relevante é o desenvolvimento da coordenação motora, sendo cotado, inclusive, como agente melhorador na escrita, uma vez que permite relações mais eficientes com os objetos e limites materiais (como o lápis e a folha de papel).

“Muitas pessoas mudam suas vidas através da saúde e bem-estar que o esporte proporciona. Para outros, isso lhes dá um senso de comunidade e, para outros, é um desafio pessoal. Não importa a pessoa, o Jiu-jitsu tem algo positivo para você”, completa Alfred Hogan, da Team Randori Martial Arts.

Saiba mais sobre a Team Randori

A Academia Team Randori Martial Arts tem sede em Annapolis e uma unidade em Wheaton, ambas cidades de Maryland. A academia é especializada em jiu-jitsu brasileiro e ministra aulas em inglês, espanhol e português, oferecendo aulas de jiu-jitsu para adultos e crianças, além de turmas exclusivas para mulheres.

Publicidade
Curso Design de Cobrancelhas

“Nossos alunos procuram o jiu-jitsu porque, além de terem o resultado de uma malhação, trabalham a mente e adquirem uma habilidade nova, entre outros motivos”, detalha o professor Lucas C. Harder, gerente da unidade da Team Randori em Wheaton.

A maioria dos instrutores da Team Randori nasceu no Brasil, como o mestre, o professor Carlos Eduardo Plácido Lima. Ele iniciou a carreira nas artes marciais aos quatro anos de idade, estudando por dez anos no judô e alcançando o posto de faixa roxa.

O professor Lima começou a praticar jiu-jitsu em 2001, em São Paulo, onde competiu em vários torneios locais e estaduais. Em 2007, já era faixa roxa e em 2013 foi premiado com o Black Belt pela equipe Edson Carvalho, da Bahia. Posteriormente, recebeu a certificação de instrutor de faixa preta no time Carlson Gracie, em São Paulo. Também é um árbitro certificado pela IBJJF e afiliado à Federação Internacional de Jiu-Jitsu do Brasil (IBJJF).

Promoção

Quem quer conhecer um pouco mais sobre o esporte, a academia tem um presente: sete dias para treinar grátis e participar das aulas com o time de professores mestres da Team Randori. Para saber mais clique aqui para visitar a página no Facebook da academia em Annapolis, clique aqui para a página da academia no Wheaton ou acesse o site oficial teamrandori.com.

 

(Com colaboração de Andreia Limas)

Publicidade