Rafael Nadal alcançou um recorde de 12 títulos conquistados no Aberto da França ao vencer o austríaco Dominic Thiem com parciais de 6-3, 5-7, 6-1 e 6-1, em uma repetição da final do ano passado neste domingo.

É o 18º título de Grand Slam de Rafael Nadal na carreira. O atleta de 33 anos é o segundo maior campeão em Majors, apenas atrás do rival suíço Roger Federer, com 20 títulos. Em Roland Garros, Nadal é rei. O título consagra o espanhol como maior campeão em um torneio Grand Slam da história. Ele já era o maior campeão de Roland Garros, mas estava empatado com a australiana Margaret Court, que tem 11 títulos de simples no Aberto da Austrália.

“Dominic, desculpe porque você é um dos melhores exemplos que temos no circuito. Trabalhador, sempre com um sorriso no rosto. É uma inspiração para mim e para tantas crianças. Eu sei o quão duro é perder finais. Assim é esporte. Se eu tivesse que perder para alguém, que fosse para você. Ter esse troféu aqui comigo é incrível”, disse Nadal após levantar o título.

Ele assumiu a liderança ao vencer um primeiro set de alta intensidade, mas Thiem, que entrou em quadra pelo quarto dia consecutivo após atrasos por condições climáticas, se manteve na disputa e lutou para conseguir o empate.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

A reação de Nadal foi brutal, vencendo 16 dos primeiros 17 pontos do terceiro set contra um cansado Thiem em menos de meia hora.

O atleta de 33 anos, cujas conquistas em Roland Garros começaram em 2005, seu ano de estreia, avançou com tranquilidade pelo quarto set e finalizou o jogo após Thiem ter lançado uma bola longa de direita.

 

(Com informações de Reuters)

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes