Os viajantes de trem que usam o Corredor Nordeste da Amtrak devem ter notado que o serviço às vezes fica parado entre a Union Station de Washington e Baltimore, pois a Amtrak está tomando providências para os ajustes necessários à operação futura na linha.

A empresa faz melhorias em um trecho de 31 milhas entre DC e Baltimore porque se prepara para colocar em funcionamento a próxima geração de trens Acela Express de alta velocidade, que devem entrar em operação em 2021.

Das três faixas que a Amtrak usa entre Washington e Baltimore, apenas duas atendem aos padrões de trens capazes de percorrer 125 quilômetros por hora. Em um comunicado, a empresa informou que está “criando uma ferrovia de alta velocidade de três vias ao longo de uma das áreas mais congestionadas e propensas a atrasos do Corredor Nordeste”.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

A Amtrak irá substituir e realinhar os trilhos, como parte de suas melhorias de infraestrutura, que devem ser concluídas até 2021. A empresa disse que as melhorias não irão prejudicar o serviço atual.

Outros aspectos do projeto incluem a construção de uma terceira plataforma na estação New Carrollton, para expandir a capacidade de pista e estação. Na Penn Station de Baltimore, uma plataforma atual será reabilitada e outra plataforma construída para lidar com passageiros usando trens de alta velocidade. O sistema elétrico da estação também será modernizado.

 

(Com informações de WTop)

Publicidade
Curso Design de Cobrancelhas