É possível aproveitar a Black Friday para adquirir aquele produto tão desejado e ainda fazer economia? Os especialistas dizem que sim e apresentam algumas dicas para fazer bons negócios na onda de promoções. Teoricamente, a sexta-feira de descontos será apenas em 29 de novembro, mas os varejistas não esperam mais o dia seguinte ao Dia de Ação de Graças para iniciar as vendas.

A Black Friday não é mais um dia. É uma temporada, de acordo com Jennifer Burton, professora assistente de marketing da Universidade de Tampa. “A temporada parece ficar mais longa a cada ano”, afirma.

E os lojistas têm a liberdade de marcar todos os tipos de promoções durante o ano como vendas na Black Friday. “A Black Friday tornou-se sinônimo de ‘venda especial'”, diz Jane Boyd Thomas, professora de marketing da Universidade Winthrop.

Embora não haja um melhor dia para comprar tudo na sua lista de compras de fim de ano, os especialistas concordam que grandes economias acontecem ao longo da temporada, do final de outubro à Cyber ​​Monday (segunda-feira após o Dia de Ação de Graças). Então, a primeira dica é acompanhar os preços dos itens que você deseja.

Assim, é possível economizar ao longo de novembro, mas varejistas como Walmart, Target e Best Buy reservam algumas de suas melhores pechinchas no Dia de Ação de Graças e na Black Friday. Portanto, as compras em meados de novembro podem ser arriscadas.

 

Prepare-se

 

Você não gostaria de saber o que estará chegando na Black Friday para poder descobrir quando comprar e o que comprar? É realmente fácil de adivinhar. Se uma loja ainda não anunciou suas promoções de 2019, procure o anúncio da Black Friday do ano passado on-line. Os varejistas tendem a não ser muito criativos de um ano para outro.

“Os varejistas praticamente ofertam as mesmas coisas ano após ano; portanto, para ter uma ideia melhor, veja o que fizeram no ano passado”, sugere Jane Boyd Thomas, apostando em produtos como eletrônicos, roupas e decorações de Natal.

Publicidade
CCA idiomas

Outra dica é pesquisar nos e-mails arquivados as palavras “Black Friday”. Normalmente, serão encontradas promoções anteriores, que detalham exatamente a quais produtos a loja aplicou descontos e a que preço.

 

Evite filas

 

Para evitar as filas, a recomendação é investir em compras on-line. Assim também é possível conferir a lista de presentes para o Natal antes de fazer o pedido.

Para muitos, acampar do lado de fora de uma loja na Black Friday é uma tradição. Mas, para quem tem a conveniência, o e-commerce é bem menos trabalhoso e exige menos tempo, além de os preços serem os mesmos da loja física, ou até mais baratos.

Selecione as melhores ofertas e atenha-se a esses itens. O frete grátis é padrão agora. Você poderá fazer pequenos pedidos em cada revendedor sem precisar atender ao mínimo de remessa.

Sites falham na Black Friday, as páginas são carregadas lentamente e carrinhos podem aparecer magicamente vazios quando você está prestes a fazer o check-out. Se você encontrar dificuldades técnicas, continue tentando. Acesse o site e o aplicativo de um varejista simultaneamente para ver qual é mais rápido.

 

(Com informações de Associated Press)

 

 

 

 

Publicidade
Curso de inglês