Algumas empresas e residentes em Georgetown estão sem serviço de telefone há mais de uma semana. Os telefones em questão são fixos, que podem ser usados ​​tanto para fazer chamadas quanto para enviar transações de máquinas de cartão de crédito. Moradores do bairro Northwest DC estão frustrados por não conseguirem respostas sobre quando o serviço será restaurado.

Sophia Henry e seu falecido marido criaram a conta telefônica na casa de Glover Park em 1967. Ela não deseja um telefone celular. Aos 90 anos, Sophia usa o mesmo número de telefone fixo para manter contato com familiares, amigos e profissionais de saúde. Até 2 de dezembro, o dia em que o tom de discagem morreu, segundo a filha.

“Ela não pode ligar para o 911 se algo acontecer. Se estiver sozinha e cair, ela não pode me ligar ou ligar para os vizinhos”, afirma Ariadne Henry. “Essa é a verdadeira frustração”.

Publicidade

A Verizon confirma que uma construtora que trabalha no projeto da 31ª Street Bridge, em Georgetown, cortou por engano um banco de conduítes contendo cabos telefônicos. A empresa garante que o trabalho de reparo está ocorrendo 24 horas por dia, mas não informa quantos clientes são afetados.

Ariadne Henry conta que também teve dificuldades com os esforços da Verizon para fornecer serviço sem fio temporário, porque sua mãe não gerencia a conta on-line. Ela tentou fazer logon para configurar o serviço, mas não conseguiu instalá-lo. Ariadne se pergunta quantos outros podem estar em uma situação semelhante. Algumas empresas confirmam que tiveram seu serviço de telefone fixo restaurado, mas outras dizem que ainda não está funcionando.

 

(Com informações de NBC)

 

 

 

 

Publicidade
Curso de inglês