O Conselho de DC votou por unanimidade na primeira etapa do Plano Global da cidade para o desenvolvimento na semana passada. O plano inclui soluções propostas para a escassez de moradias populares na cidade, depois de um estudo mostrar que o distrito tem em média um dos aluguéis mais caros do país – atrás apenas de São Francisco (Califórnia) e Nova York.

Uma análise recente da empresa de consultoria financeira Smart Asset mostra que o inquilino precisa ganhar cerca de US$ 133 mil ao ano, descontados os impostos, para pagar o preço médio do aluguel de apartamento em Washington, DC

A análise considera o padrão geralmente aceito de não gastar mais de 30% da renda bruta em habitação. Os consumidores que gastam mais do que isso em habitação são considerados “onerosos”, de acordo com o Departamento de Habitação e Desenvolvimento Urbano dos EUA.

Publicidade
Curso de Inglês Marcondes

Os analistas da SmartAsset usaram um limite de 28% e descobriram que as famílias na capital do país ainda não ganham nem perto do que é necessário para pagar o preço médio de US $ 3,1 mil.

A renda mediana no distrito é de cerca de US$ 82 mil, ou seja, US$ 50 mil a menos do que seria necessário para ter uma relação saudável entre renda e aluguel. Os números da Coalizão Nacional de Habitação de Baixa Renda estimam que mais de 50% dos residentes que vivem na área metropolitana de DC são inquilinos.

 

(Com informações de WJLA)

Publicidade